Mais Médicos no Paraná - Acolhimento e o Processo de Trabalho na Atenção Básica.

Edevar Daniel

Resumo


Este artigo relata a experiência da tutoria e supervisão do Programa Mais Médicos no Estado do Paraná, na perspectiva de melhoria da qualidade da Atenção Básica e na capacidade dos serviços de saúde em responder de forma efetiva às necessidades dos usuários do sistema. No inicio do programa em setembro de 2015, com a chegada dos médicos nos municípios a supervisão percebeu uma dificuldade que os serviços encontravam em relação ao Acolhimento e Processo de Trabalho nas Unidades de Saúde. Partindo desta situação os tutores e supervisores embasados nos referenciais teóricos existentes, iniciaram um processo dialógico e participativo junto aos gestores locais, estruturada a partir das visitas de supervisão, reuniões loco regionais, encontros de planejamento e execução de ações de educação em saúde, com o objetivo de garantir a acessibilidade e discutir a reorganização do processo de trabalho. Tais práticas potencializam a construção do Sistema Único de Saúde e são fundamentais para o fortalecimento da Atenção Básica.

Palavras-chave


PROVAB, Programa Mais Médicos, Supervisão, Educação Médica, Recursos Humanos em Saúde.

Texto completo:

PDF




Direitos autorais 2015 Tempus Actas de Saúde Coletiva

Revista Tempus - Actas de Saúde Coletiva (ISSN 1982-8829).
Revista coordenada pela Unidade de Tecnologias da Informação e Comunicação em Saúde (UTICS) do Núcleo de Estudos de Saúde Pública (NESP) da Universidade de Brasília (UnB).
Licença Creative Commons
This work is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Compartilhamento pela mesma licença 3.0 Unported License.
____________________________________

____________________________________