Trilhas metodológicas sobre saúde e mídias sociais: uma aproximação da produção científica sobre o tema.

Aedê Gomes Cadaxa

Resumo


A apropriação pela Saúde das Tecnologias de Informação e Comunicação (TICs), cada vez mais populares, resulta em usos pessoais, acadêmicos e institucionais o mais diversos,
quando tratamos do compartilhamento de informações e experiências sobre saúde. Nesse contexto, interessa-nos o mapeamento das investigações que se referem à saúde e os populares sites de “redes sociais”, como Facebook e o Twitter, uma das maiores expressões dessa sociabilidade media pela
internet. Como primeira aproximação do campo, buscou-se identificar estudos brasileiros que tivessem por objeto apresentar o estado da arte ou revisar a produção científica relacionadas à saúde e as TICs, em especial as mídias sociais. Bem como estudos e literatura de outras áreas e também nacionalidades que auxiliem na identificação de alguns caminhos metodológicos a trilhar, em um campo ainda em consolidação como o da pesquisa envolvendo a internet e a saúde.

Texto completo:

PDF

Referências


ALVES-MAZZOTTI, A. J, CAMPOS, P. H. F. Cibercultura: uma nova era das representações sociais ?. In: ALMEIDA, A. M. O.; SANTOS, M. F. S.; TRINDADE, Z. A.. (Org.). Teoria das representações sociais: 50 anos. Brasília, DF: Technopolitic, 2011, p. 457-490.

CASTELLS, M. Internet e sociedade em rede. In: MORAES, Dênis (Org.). Por uma outra comunicação – mídia, mundialização cultural e poder. Rio de Janeiro: Record, 2004. p.255-288

CASTELLS, M. Castells, sobre Internet e Rebelião: “É só o começo” [entrevista]. São Paulo: Outras Palavras [internet], 2011 [acessado em 12 de outubro de 2012] disponível em:

MARTÍN-BARBERO, Jesús. Tecnicidades, identidades, alteridades: mudanças e opacidades da comunicação no novo século. In: MORAES, Dênis de (Org.). A sociedade midiatizada. Rio de Janeiro: Mauad, 2006. p 51-79.

AMARAL, A. et al., Assunto-Re: cibercultura a 8 mãos: morte, permanência, renascimento e métodos: para uma epistemologia da cultura das redes. III Simpósio Nacional da ABCiber, ESPM, São Paulo, nov. 2009. Disponível em: . Acesso em: 12 de outubro de 2013.

AMARAL, A; MONTARDO, S. Pesquisa em cibercultura e internet. Estudo exploratóriocomparativoda produção científica da área no Brasil e nos Estados Unidos. Revista Conexão.Comunicação e Cultura.Caxias do Sul: UCS,vol. 9, no. 18, p. 57-73,jul/dez.2010.Disponívelem:.Acesso em: 12 outubro de 2013.

SOBREIRA, I. L.Práticas de comunicação e saúde no ciberespaço: uma análise a partir da campanha nacional de combate à dengue 2011/2012. Dissertação (Mestrado) Rio de Janeiro: Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde - Fiocuz, 2013.

FRAGOSO, S.; RECUERO R.; AMARAL, A. Métodos de pesquisa para internet.Porto Alegre: Sulina, 2012. p 27-52.

RECUERO, R. O capital social em rede: como as redes sociais na internet estão gerando novas formas de capital social. In: Contemporânea - comunicação e cultura. Bahia: 2012, v.10 –n.03 – set-dez 2012 p. 597-617

CASTELLS,M. Redes de indignação e esperança: movimentos sociais na era da internet. São Paulo: Jorge Zahar, 2013. p. 7-23.

MIRANDA, A. L. C. ; SIMEAO, E. L. M. S. ; MENDONÇA, A. V. M. . Da Comunicação Extensiva ao Modelo Todos-Todos: Fundamentos da Política de Comunicação e Acervamento da Biblioteca Nacional de Brasília. In: Nuevas perspectivas para ladifusión y organizacióndelconocimiento, 2009, Valencia: IX Congreso ISKO Capítulo Español. Valencia,

MENDONÇA, AVM. O processo de comunicação Todos-Todos e a produção de conteúdos: desafios à Gestão do Conhecimento. In: MOYA, J.; SANTOS, ME.; MENDONÇA, AVM. (Org.) Gestão do Conhecimento em Saúde no Brasil: avanços e perspectivas. Brasília: Organização Pan-Americana da Saúde, 2009.

RECUERO, R. Redes Sociais na Internet. Porto Alegre: Sulina, 2010. p. 16-22

Rangel-S, M. L; Guimarães, J. M. M e Belens, A. de J. Comunicação e Saúde: aproximação ao estado da arte da produção científica no campo da saúde. In: Paim, J.S. e Almeida-Filho, (org). Saúde Coletiva - Teoria e Prática. Rio de Janeiro: MedBook, 2014. 625-637.

CASTIEL, LD. VASCONCELLOS-SILVA, PR. A interface internet/s@úde: perspectivas e desafios. Interface (Botucatu) [online]. Botucatu: 2003, vol.7, n.13, p. 47-64.

Wen-ying Sylvia Chou, Abby Prestin, Claire Lyons, Kuang-yi Wen. Web 2.0 for Health Promotion: Reviewing theCurrent Evidence. In: American Journal of Public Health. EUA: Janeiro 2013, Vol. 103, No. 1, p. e9-e18




DOI: http://dx.doi.org/10.18569/tempus.v8i3.1561



Direitos autorais

Revista Tempus - Actas de Saúde Coletiva (ISSN 1982-8829).
Revista coordenada pela Unidade de Tecnologias da Informação e Comunicação em Saúde (UTICS) do Núcleo de Estudos de Saúde Pública (NESP) da Universidade de Brasília (UnB).
Licença Creative Commons
This work is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Compartilhamento pela mesma licença 3.0 Unported License.
____________________________________

____________________________________