Uma análise das práticas de gestão municipal para alcance das metas do controle do câncer de colo do útero na Regional de Saúde de Colatina-ES

Autores

  • Neila Cabral de Souza Cavalcante UNIVERSIDADE ESTÁCIO DE SÁ/RJ
  • Anna Tereza Miranda Soares de Moura

DOI:

https://doi.org/10.18569/tempus.v12i2.2582

Palavras-chave:

Metas, administração dos serviços de saúde, Neoplasia do colo do útero

Resumo

Objetivo: analisar as práticas da gestão municipal para o alcance de metas do controle do câncer do colo do útero na Regional de Saúde de Colatina/ES. Métodos: estudo de natureza qualitativa, descritivo e exploratório, a partir de informações levantadas nos 18 municípios pertencentes à referida Região. Foram realizadas sete entrevistas individuais semiestruturadas com os gestores, divididas em eixos temáticos e com reflexões a partir de análise de conteúdo. Resultados: observou-se que os gestores conhecem as recomendações dispostas nas políticas e programas, mas organizam suas ações de acordo com a realidade da demanda local, não conseguindo implantar todas as propostas dos pactos de saúde. Em relação à contratação de profissionais, foi relatado que não existe um perfil previamente traçado para recrutamento e seleção para atuação em serviços de saúde da mulher na Estratégia de Saúde da Família. Conclusão: parece existir fragilidade nas práticas de gestão no que se refere ao planejamento das ações e na organização do serviço, devido a demandas cotidianas. Além disso, observou-se que a organização de reuniões regulares de pactuação poderia possibilitar trocas de experiências entre os gestores. Outras iniciativas podem colaborar no alcance de metas, como a implementação do COAP; o consorciamento para as referências laboratoriais e especialidades médicas e a implementação do Plano de Carreira, Cargos e Salários. Os gestores reconhecem a necessidade de melhorias dos serviços e maior autonomia para que possam dinamizar o processo de trabalho.

Biografia do Autor

Neila Cabral de Souza Cavalcante, UNIVERSIDADE ESTÁCIO DE SÁ/RJ

Sou Enfermeira formada em 1993 na Universidade Unigranrio em Duque de Caxias /RJ. Especialista em: Saúde do Trabalhador,/Universidade São Camilo-MG Enfermagem Cirúrgica- UERJ/RJ, Licenciatura em Enfemragem-Fiocruz/RJ, Gestão Hospitalar- IBAM/IBQN/UERJ; Mestrado em Saúde da Família- Universidade Estácio de Sá/RJ 2015 . Atualmente exerço a função de Referência descentralizada do MS para o Programa Mais Médicos no Espírito Santo.

Referências

Ministério da Saúde (BR). Política Nacional de Atenção Integral à Saúde da Mulher: princípios e diretrizes. 1 ed., 2 reimpressão. Brasília: Ministério da Saúde, 2011d, 128p.

. Ministério da Saúde (BR). Decreto nº 7.508 de 28 de junho de 2011. Contrato Organizativo de Ação Pública- COAP. 1 ed. Brasília: Ministério da Saúde, 2011ª.

ARAGÃOM Net. al. Contribuição da Pactuação de Indicadores para o Planejamento Municipal em Saúde. 2º Congresso Brasileiro de Política, Planejamento e Gestão em Saúde- Universalidade, Igualdade e Integralidade da Saúde: um Projeto Possível. Belo Horizonte,2013, 23p.

WOSNIAKFL, REZENDEDA. Gestão de Estratégias: uma proposta de modelo para governos locais. SAP, Rio de Janeiro, 46 (3): 95-816, maio/jun. 2012.

SOARESM C. Câncer de Colo uterino caracterização das mulheres em Municípios do Sul do Brasil. Escola Anna Nery, Revista brasileira de Enfermagem, 14 (1): 90-96, jan/mar.2010.

PEDUZZI M. Trabalho em Equipe de Saúde no horizonte normativo da Integralidade do Cuidado e da Democratização das Relações de Trabalho. IMS/UERJ, 2007.

Ministério da Saúde (BR), Departamento de Atenção Básica. Aprova a Política Nacional de Atenção Básica, estabelecendo a revisão de diretrizes e normas para a organização da atenção básica, para a Estratégia Saúde da Família (ESF) e o Programa de Agentes Comunitários de Saúde (PACS). Diário Oficial da República Federativa do Brasil, Poder Executivo. Brasília: DF, 2012a.

MENDES, E V. As Redes de Atenção à Saúde. Revista de Ciência e Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, 15(5):2297-2305, 2010.

Publicado

2021-08-24

Como Citar

Cavalcante, N. C. de S., & Moura, A. T. M. S. de. (2021). Uma análise das práticas de gestão municipal para alcance das metas do controle do câncer de colo do útero na Regional de Saúde de Colatina-ES. Tempus – Actas De Saúde Coletiva, 12(2). https://doi.org/10.18569/tempus.v12i2.2582

Edição

Seção

ARTIGOS ORIGINAIS