Acolhimento e humanização da atenção aos haitianos: uma ação interprofissional

Autores

  • Andrey Junior Cardoso dos Santos
  • Thais Akemi Sako
  • Gabriela dos Santos Ribeiro Rocha
  • Mitsue Fujimaki

DOI:

https://doi.org/10.18569/tempus.v14i3.2736

Resumo

Imigração é um assunto que tem recebido atenção nos últimos anos, cerca de 774.000 imigrantes foram registrados até o ano de 2018, e dentre as nacionalidades mais frequentes está a haitiana. O objetivo deste estudo foi relatar o aperfeiçoamento da atenção odontológica ao paciente haitiano e melhoria no acesso à Unidade de Básica de Saúde por meio de tradução dos termos odontológicos. Inicialmente foi realizado o reconhecimento territorial da área de abrangência da UBS, onde constatou-se que a Unidade Básica de Saúde assistia 470 imigrantes haitianos. A equipe elaborou e distribuiu a população cartilhas e panfletos para que a população em geral conhecesse sobre a cultura haitiana, simultaneamente realizou-se a tradução fichas de agendamento, anamnese, placas de identificação do consultório e de normas de segurança além de uma ficha de auto percepção do paciente sobre sua saúde bucal, sendo que estas foram aplicadas durante os atendimentos clínicos. Após seis meses foi realizado um levantamento com imigrantes e profissionais de saúde e constatou-se que à partir desta experiência houve redução significativa da barreira de comunicação, e consequentemente houve melhora no acolhimento dos pacientes. O aperfeiçoamento dos serviços e a adequação dos servidores foi de extrema importância para melhorar o contato entre profissionais da saúde e imigrantes, além da formação interprofissional, e fortalecimento da integração ensino-serviço-comunidade.

Referências

Baeninger R, Demétrio NB, Domeniconi J. Imigração internacional na macrometrópole paulista: novas e velhas questões. 2020;22(47)17-40.

Silva SA. Imigração e redes de acolhimento: o caso dos haitianos no Brasil. R Bras Est Pop. 2017;34(1)99-117.

Reis RR. A política do Brasil para as migrações internacionais. Contexto Int. 2011;33(1)47-69.

Veiga FLF. O direito brasileiro e a realidade dos fluxos migratórios na américa latina: a influência da Colômbia e do Haiti. Ver Eletrônica de Direito Internacional. 2017;20, 1-25.

Bógus LMM, Fabiano MLA. O Brasil como destino das migrações internacionais recentes: novas relações, possibilidades e desafios. Ponto e Vírgula. 2015;18, 126-145.

Brasil. Constituição (1988). Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília, DF: Senado Federal; 1988.

Brasil. Lei nº 8.080, de 19 de setembro de 1990. Lei Orgânica da Saúde. Diário Oficial da União. 19 set. 1990.

Alves JFS, Martins MAC, Borges FT, Silveira C, Muraro AP. Utilização de serviços de saúde por imigrantes haitianos na grande Cuiabá, Mato grosso, Brasil. Ciênc Saúde Coletiva. 2019;24(12)4677-4686.

Mota LQ, Farias DBLM, Santos TA. Humanização no atendimento odontológico: acolhimento da subjetividade dos pacientes atendidos por alunos da graduação em odontologia. Arq Odontol. 2012;48(3)151-158.

Losco N, Gemma SFB. Sujeitos da saúde, agentes do território: o agente comunitário de saúde na Atenção Básica ao imigrante. Interface - comunicação, saúde, educação. 2019; 23(40)1-13.

Coriolano-Marinus MWL, Queiroga BAM, Ruiz-Moreno L, Lima LS. Comunicação nas práticas em saúde: revisão integrativa da literatura. Saúde Soc. 2014;23(4)1356-1369.

CNE 2002

Batista NA, Rossit RAS, Batista SHSS, Silva CCB, Uchôa-Figueiredo LR, Poletto PR. Educação interprofissional na formação em Saúde: a experiência da Universidade Federal de São Paulo, campus Baixada Santista, Santos, Brasil. Interface. 2018;22(2)1705-1715.

PNH 2013

Brasil. Lei 13.445, de 24 de maio de 2017. Lei de Migração. Senado Federal. 24 maio 2017.

Miguel EA, Albiero ALM, Alves RN, Bicudo AM. Trajetória e implementação de disciplina interprofissional para cursos da área de Saúde. Interface. 2018;22(2)1763-1776.

Batista NA. Educação Interprofissional em Saúde: Concepções e Práticas. FNEPAS.2012;2,25-28.

Downloads

Publicado

2021-05-31 — Atualizado em 2021-06-17

Versões

Edição

Seção

ARTIGOS ORIGINAIS