Auto da Compadecida em Tempos de Pandemia: um relato de experiência da produção de uma radionovela durante a maior crise sanitária do século XXI

Autores

Palavras-chave:

Comunicação, Radionovela, Mídias Sonoras, Covid

Resumo

O objetivo do trabalho é relatar a experiência de realização da Radionovela “Auto da Compadecida em Tempos de Pandemia”, produzida por estudantes e professores dos cursos de Comunicação Social e Design, da Universidade Federal de Pernambuco, campus Caruaru (PE). A radionovela, dividida em nove episódios, foi adaptada e veiculada entre os meses de maio e junho de 2020, em meio à pandemia do novo coronavírus. Para realizá-la, foram feitas uma série de encontros virtuais com a equipe, que adaptou o texto, dirigiu os radioatores, editou, trilhou, montou e veiculou a produção nas redes sociais e em rádios comunitárias e educativas do Brasil. Apesar de trabalhar com uma das obras mais conhecidas do escritor Ariano Suassuna, a coordenação do projeto procurou colocar na adaptação, discussões sobre o novo coronavírus (incluindo na história, o Capitão Covid), fake news e questões econômicas e políticas, que têm comprometido a adoção de medidas necessárias de isolamento social. Junto à produção sonora, foram elaborados conteúdos gráficos para divulgação nas redes sociais e criadas páginas no Instagram e em serviços de streaming de música, podcast e vídeo, a exemplo do Spotify. Apostamos no que Kischinhevsky 1 chama de rádio expandido, conceito que está na centralidade da atual produção sonora por meio de um transbordamento dos conteúdos da rádio tradicional para outras plataformas, como computadores, tablets, celulares, televisões por assinaturas e redes sociais. São esforços dos produtores de conteúdos sonoros para conseguir um maior mobilização da audiência.

Biografia do Autor

GIOVANA BORGES MESQUITA, UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO/CENTRO ACADÊMICO DO AGRESTE

Professora do curso de Comunicação do CAA-UFPE e do Programa de Pós-graduação em Comunicação da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Coordenadora do Grupo de Pesquisa Dinâmicas do Jornalismo(UFPE) e integrante dos Grupos de Pesquisa Jornalismo e Contemporaneidade (UFPE), Rádio e Política no Maranhão (UFMA) e Jornalismo Audiovisual (UFSE). Coordena os projetos de extensão “Radionovela: literatura nas ondas do rádio”, “Solte Sua Voz: os invisíveis midiáticos”. É vice-coordenadora do projeto “Rádio Cordel: na frequência do Agreste”. Doutora em Comunicação (UFPE), com estágio doutoral na Universidade Pompeu Fabra, em Barcelona.

Sheila Borges de Oliveira, UFPE

Doutora em Comunicação, professora do curso de Comunicação Social do Centro Acadêmico do Agreste da Universidade Federal de Pernambuco.

Sarah Rêgo, UFPE

Graduanda do curso de Comunicação Social do Centro Acadêmico do Agreste da Universidade Federal de Pernambuco.

Vitória Lima, UFPE

Graduanda do curso de Comunicação Social do Centro Acadêmico do Agreste da Universidade Federal de Pernambuco.

Cecília Távora, UFPE

Graduanda do curso de Comunicação Social do Centro Acadêmico do Agreste da Universidade Federal de Pernambuco.

Victória Melo, UFPE

Graduanda do curso de Comunicação Social do Centro Acadêmico do Agreste da Universidade Federal de Pernambuco.

Emilly Silva, UFPE

Graduanda do curso de Design do Centro Acadêmico do Agreste da Universidade Federal de Pernambuco.

Lucas Santos, UFPE

Graduando do curso de Design do Centro Acadêmico do Agreste da Universidade Federal de Pernambuco.

Gabriel Pedrosa, UFPE

Graduando do curso de Comunicação Social do Centro Acadêmico do Agreste da Universidade Federal de Pernambuco.

Referências

KISCHINHEVSKY M. Rádio e mídias sociais: mediações e interações radiofônicas em plataformas digitais de comunicação. Rio de Janeiro: Mauad X; 2016.

BARBOSA FILHO A. Gêneros Radiofônicos: os formatos e os programas em áudio. São Paulo: Paulinas; 2003.

PRATA N. Webradio: novos gêneros, novas formas de interação. Belo Horizonte. Tese [Doutorado em Estudos Linguísticos] - Universidade Federal de Minas Gerais; 2009.

LOPEZ D. Radiojornalismo hipermidiático: tendências e perspectivas do jornalismo de rádio all newsbrasileiro em um contexto de convergência tecnológica. Salvador. Tese [Doutorado em Comunicação e Cultura Contemporânea] - Universidade Federal da Bahia; 2009.

Martinez-Costa M. Un nuevo paradigma para la radio. In: Martinez-Costa M, org. Reinventar la radio. Pamplona: Eunate; 2009.

HERSCHMANN M, KISCHINHEVSKY M. A “geração podcasting” e os novos usos do rádio na sociedade do espetáculo e do entretenimento. Revista Famecos Dez 2008; 15 (37): 87-110.

CABELLO A R. Adaptação literária em programa radiofônico. Estudos Acadêmicos Unibero Jun 2000; VI (11): 47-58.

Downloads

Publicado

2021-04-07 — Atualizado em 2021-04-10

Versões

Edição

Seção

RELATO DE EXPERIÊNCIA