Educação em Saúde: Relato de Oficinas realizadas em uma Associação de Catadores do Distrito Federal.

Leticia Alves Lima, Ana Carolina Martins, Vanessa Resende Nogueira Cruvinel, Silvia Badim Marques, Marcos Takashi Obara

Resumo


Esse artigo traz o relato de oficinas realizadas por um projeto de extensão da Universidade de Brasília, denominado Pare, Pense e Descarte: Coleta Seletiva Solidaria e saúde dos trabalhadores, numa cooperativa de catadores, entre os anos de 2013 e 2014. Essas oficinas foram pensadas e realizadas a partir de uma demanda coletada dos catadores através de um questionário situacional, onde foram elencados temas gerais de interesse da população como: direito, doenças crônicas, saúde bucal, dengue e outras. Elas foram ministradas por professores da Universidade, com o auxílio de estudantes do projeto. Percebeu-se que o vínculo estabelecido entre Universidade-Comunidade é muito importante, pois traz empoderamento, aumento de empatia e de conhecimento para ambas as partes envolvidas nesse processo. 

Palavras-chave


Catadores , Universidade, Relações comunidade- Instituição, educação em saúde

Texto completo:

PDF

Referências


BRASIL. Decreto Nº 7.405, de 23 de dezembro de 2010. Institui o Programa Pró-Catador, denomina Comitê Interministerial para Inclusão Social e Econômica dos Catadores de Materiais Reutilizáveis o Comitê Interministerial da Inclusão Social de CATADORES DE Lixo criado pelo Decreto de 11 de setembro de 2003, dispõe sobre sua organização e funcionamento, e da outras providencias. Brasilia, Planalto:2007

RODRIGUES, Francisco Luiz; CAVINATTO, Vilma Maria. Lixo: de onde vem? Para onde vai? São Paulo: Moderna, 1997. 79 p.

GALDINO, Silvana de Jesus; MALYSZ, Sandra Terezinha. Catadores de materiais recicláveis e coletores do município de Mamborê-PR: agentes fundamentais no processo de gerenciamento dos resíduos sólidos urbanos. 2012. Disponível em: . Acesso em: 30 de Julho de 2013.

MEDEIROS, L.F.R.; MACEDO, K.B. Catador de material reciclável: uma profissão para além da sobrevivência?. Universidade Católica de Goiás. Psicologia & Sociedade; mai./ago. 2006

(2): 62-71;

PEREIRA, A. L. Educação em saúde. In: Ensinando a cuidar em Saúde Pública. Difusão, 2003.

MENDONÇA, F.A. et. al.. Saúde pública, urbanização e dengue no Brasil. Soc. Nat. Dec 2009 21(3).




DOI: http://dx.doi.org/10.18569/tempus.v10i3.1851



Direitos autorais 2016 Tempus Actas de Saúde Coletiva

Revista Tempus - Actas de Saúde Coletiva (ISSN 1982-8829).
Revista coordenada pela Unidade de Tecnologias da Informação e Comunicação em Saúde (UTICS) do Núcleo de Estudos de Saúde Pública (NESP) da Universidade de Brasília (UnB).
Licença Creative Commons
This work is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Compartilhamento pela mesma licença 3.0 Unported License.
____________________________________

____________________________________