Ambientes Verdes e Saudáveis: contribuição dos Agentes Comunitários de Saúde na cidade de São Paulo

Autores

  • Maria Fátima de SOUSA

DOI:

https://doi.org/10.18569/tempus.v5i4.1065

Resumo

Este artigo trata-se de uma descrição do trabalho dos Agentes Comunitários de Saúde, junto ao Projeto “Ambientes Verdes e Saudáveis: construindo políticas públicas integradas na cidade de São Paulo”, cuja proposição surge de uma articulação entre as Secretarias Municipais do Verde e do Meio Ambiente, da Saúde, da Assistência e Desenvolvimento Social, e da Educação. O objetivo central do projeto é articular a integração das políticas públicas voltadas para a inclusão das questões ambientais no conjunto das ações de promoção da saúde desenvolvidas no âmbito dos territórios nas 31 sub-prefeituras, distribuídas nas cinco regionais de saúde do município. Evidencia-se que o trabalho dos 6.000 Agentes Comunitários de saúde vem contribuindo com novas práticas, efetivas, de criação de oportunidades para a incorporação e a abordagem de questões ambientais nas ações de promoção da saúde.

Downloads

Publicado

2011-12-31

Como Citar

SOUSA, M. F. de. (2011). Ambientes Verdes e Saudáveis: contribuição dos Agentes Comunitários de Saúde na cidade de São Paulo. Tempus – Actas De Saúde Coletiva, 5(4), pg. 183-191. https://doi.org/10.18569/tempus.v5i4.1065

Edição

Seção

ARTIGOS ORIGINAIS

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 3 > >>