Projeto Vidas Paralelas Migrantes

Mosaicos de cenários, perspectivas e produção de conhecimento no Brasil e na França – 2017/2020

Autores

  • Maria da Graça Luderitz Hoefel
  • Regina Glória Nunes Andrade
  • Denise Osório Severo
  • Heloisa Helena Ferraz Ayres
  • Ximena Pamela Bermudes
  • Claudia Teresinha Washington
  • Wallace Araujo de Oliveira
  • Renata Ferraz Ayres

Resumo

Este artigo aborda a experiência do Projeto Vidas Paralelas Migrantes Brasil-Franca, implantado entre 2017 e 2020 em Brasília, Rio de Janeiro, Paris e Montpellier. Trata-se de uma pesquisa-ação realizada por meio de cooperação internacional entre Universidade de Brasília, Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Université Paris 5, Université Paris 13 e Université Montpellier 3, financiada por edital CAPES-COFECUB. O artigo constitui um recorte de pesquisa do trabalho desenvolvido em Brasília com estudantes migrantes vinculados ao Programa de Estudantes-Convênio de Graduação (PEC-G) da Universidade de Brasília e com o Mouvement Sans-Papiers em Paris, bem como as experiências realizadas junto aos centros de acolhimento de migrantes da Cáritas, situado no Rio de Janeiro e em Paris. Aborda-se também trabalho de pesquisa sobre o processo de socialização de migrantes e refugiados vinculados a diversas organizações sediadas em Paris. A partir do resgate das experiências, busca-se refletir sobre os diferentes cenários, perspectivas teóricas e os caminhos percorridos na produção do conhecimento acerca do cotidiano de vida, cultura, saúde e trabalho dos migrantes, assinalando os avanços e desafios que caracterizam o desenvolvimento de um trabalho de cooperação.

Biografia do Autor

Maria da Graça Luderitz Hoefel

Departamento de Saúde Coletiva - Núcleo de Estudos em Saúde Pública/Unidade de Pesquisa em Saúde, Trabalho, Ambiente e Desenvolvimento

Downloads

Publicado

2021-05-31

Edição

Seção

ARTIGOS ORIGINAIS

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>