Bacharel em Saúde Coletiva: um Elo que faltava na Rede

Antônio José Costa Cardoso, Maria Fátima de Sousa

Resumo


O desafio deste último texto é, sem outras referências, fazer “emergir” um (incerto) Discurso do Sujeito Coletivo – aqui referido ao conjunto de autores que assina esse número especial da Tempus Actas em Saúde Coletiva, a partir de um diálogo que se pretende articulador das ideias dos diversos autores que trataram da criação dos bacharelados, mercado de trabalho e carreira, identidade e regulamentação da profissão, campos de prática e estágio em Saúde Coletiva, tomando o texto-base Graduação em Saúde Coletiva: conquistas e passos para além do sanitarismo, de Jairnilson Silva Paim e Isabela Cardoso Pinto, como ponto de partida.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18569/tempus.v7i3.1405



Direitos autorais

Revista Tempus - Actas de Saúde Coletiva (ISSN 1982-8829).
Revista coordenada pela Unidade de Tecnologias da Informação e Comunicação em Saúde (UTICS) do Núcleo de Estudos de Saúde Pública (NESP) da Universidade de Brasília (UnB).
Licença Creative Commons
This work is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Compartilhamento pela mesma licença 3.0 Unported License.
____________________________________

____________________________________